Voltar Compartilhar

A 13ª FEIRA DO LIVRO É MARCADA PELO ÊXITO E PARTICIPAÇÃO

  • 31/10/2018 09:00:00
  • Paulo Henrique Pinheiro/Assessoria de Imprensa

Com expressiva participação do público, inserção de arte e , musicalidade, foi encerrada na terça-feira dia 30 de novembro, mais uma edição da Feira do Livro de Soledade. O evento foi organizado pela Secretaria de Educação, Cultura e Desporto e pela Academia Soledadense de Letras.

Para o patrono da feira do livro, Paulo Borges, o momento é de extrema gratidão. "Tenho que confessar que o momento que eu passei como patrono da Feira me orgulhou muito, foi uma emoção extraordinária e uma experiência de vida que eu jamais esquecerei. Um dos meus maiores orgulhos será dizer que fui patrono da Feira do Livro".

A secretária de educação de Soledade, Ádria Brum de Azambuja, relata que a feira só se concretiza porque é pensada e realizada por muitos e que o maior legado que esta edição vai deixar é o movimento em torno da literatura.
"Em tempos mais complicados de diálogo, a literatura, o livro, o escrito vai poder aproximar as pessoas para as diferentes discussões. Então eu vejo que o que a Feira deixa de legado é o movimento em torno da literatura que começa no livro mas extrapola, vai além dele", relatou a secretária.

Em sua manifestação, o prefeito Paulo Ricardo Cattaneo disse que apesar das dificuldades financeiras, algumas atividades têm que ser mantidas e a educação é prioridade em seu governo. "A gente tem feito um esforço muito grande porque acreditamos na educação, que a transformação da sociedade passa obrigatoriamente pela educação, pelo conhecimento", reforçou.

A décima quarta edição a partir de agora já começa a ser projetada. A patronesse do próximo ano será Maria Beatriz Chini Eifert.

Faça seu comentário: