Voltar Compartilhar

Lançamento da Coordenadoria da Mulher de Soledade ocorre amanhã

  • 09/09/2013 17:53
  • Mariana Teixeira


“Momentos importantes como o Lançamento da Coordenadoria da Mulher de Soledade, nos fazem acreditar na política. Significa muito mais do que a valorização das mulheres, trata-se de buscar alterar a forma como as pessoas se relacionam. Reconhecer o machismo é primeiro passo para superá-lo. Nesse sentido, é bem-vinda a Coordenadoria, pois demonstra a vontade que temos de superar as condições sobre as quais o machismo existe”. Com estas palavras, do chefe de Gabinete do Prefeito Cattaneo, Alisson Ferronato dos Santos, é sintetizado o clima do Lançamento da Coordenadoria da Mulher de Soledade.



O Município de Soledade através da atual Administração assumiu a tarefa de protagonizar as mudanças sociais, políticas e culturais em relação ao respeito, a saúde e a autonomia das mulheres. Para isso, antes de mais anda é necessário combater toda e qualquer forma de violência contra as mulheres. Por isso a criação da Coordenadoria vem ao encontro desta luta, com o objetivo de promover, articular e monitorar políticas públicas para as mulheres do Município, considerando toda a sua diversidade: geração, orientação sexual, raça/etnia, localização nos espaços rural e urbano, assim como sua condição de portadora ou não de deficiência.



A Coordenadoria visa promover programas e projetos voltados à defesa dos direitos das mulheres, assegurando-lhes uma plena participação na vida sócio econômica, política e cultural, bem como se articular com setores da sociedade civil e órgãos públicos e privados e todas as esferas governamentais.



O Lançamento será amanhã, dia 10, às 14h no CTG Marciano Brum, com a participação da coordenadora Jane Maria Ottoni, Prefeito Cattaneo, diretora de Políticas e Projetos da Secretaria Estadual de Políticas para Mulheres, representando a secretária Estadual de Políticas para Mulheres, Ariane Leitão que estará em Brasília, Iara Regina, a Presidente da OAB Subsecção de Soledade, Claridê Chitolina, que irá falar sobre a Lei Maria da Penha, entre outras mulheres que colaboram para a construção de um mundo mais digno e ilimitado para todas as suas companheiras.



Ainda haverá participação da Secretaria da Saúde, Educação e Assistência Social, além de feirinhas distribuídas pelo local com artesanato, comida e diferentes produtos produzidos pelas oficinas ligadas à Secretaria da Assistência Social e Habitação.



Venha fazer parte desta corrente de sororidade, onde as mulheres de Soledade conquistaram um espaço importante de debate, de construção política, de aplicação de políticas afirmativas, de combate ao machismo e a violência com compromisso com uma sociedade melhor e mais justa.


Faça seu comentário: