Voltar Compartilhar

MAIS DE 300 PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO PARTICIPAM DE FÓRUM

  • 25/07/2019
  • Brenda Pereira/Assessoria de Imprensa

Nos dias 24 e 25 de julho, Soledade foi palco da segunda edição do Fórum Regional de Educação de Soledade; o tema do evento neste ano é: “Gestão Democrática da Educação Básica: das propostas às ações”.

Segundo Ádria Brum de Azambuja, Diretora Geral da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto, a realização anual deste grandioso evento mostra o quanto a educação é tratada como prioridade pelo Governo Municipal; da mesma forma destacou a importância da parceria com a Universidade de Passo Fundo, que atende as propostas da secretaria.

A secretária explanou que o evento aborda além de palestras de interesse dos educadores. “Acolhimentos e inquietações da educação, que implicam no exercício da profissão, assim, construindo coletivamente uma educação democrática. O Governo Municipal compreende que a formação continuada possibilita a evolução do ensino, e este grandioso evento é a prova disso”, comentou Ádria sobre a segunda edição, que conta com mais de 300 participantes.

A professora Doutora Rosângela Hanel Dias, da Universidade de Passo Fundo, representante do Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR), e também do Centro Regional de Educação (CRE), vinculado à Faculdade de Educação (Faed), comentou que fazer Gestão Democrática é o como fazer do projeto educacional da escola municipal, ser daqueles que estão inseridos nele. “Esse encontro contribui para a gestão democrática em todos os âmbitos; podemos contribuir não somente na formação inicial, mas na continuada além dos muros da escola, comprometida com a comunidade, fazendo então a cidade educadora”, disse a professora.
O presidente do legislativo soledadense, José Elton de Moraes, afirmou que os vereadores estão sempre colaborando com ações como estas, em prol da educação, através da aprovação de projetos, e buscas de incentivos junto ao poder executivo.

A vice-prefeita, Marilda Borges Corbelini, e também professora, comentou quanto às profissões do futuro e o modelo de trabalho do professor do futuro.” Sejam, busquem, estudem, através da educação podemos fazer a diferença, não podemos mais nos ver como meros transmissores da educação. O professor do futuro deve ser baseado em três pilares, a colaboração, o trabalho em equipe, e a humildade para aprender. O professor do futuro não é aquele que somente detém o conhecimento, é aquele que está socialmente presente”, apontou a vice-prefeita.

Falando em relação a formação continuada e a presença dos professores neste evento, a vice-prefeita afirma que “O conhecimento uma grande parte tem, mas o que diferencia são os detalhes, assim como a presença neste tipo de evento., pois não basta ter uma rede de ensino, mas devemos ser rede de saber”, concluiu.

Faça seu comentário: