Voltar Compartilhar

SECRETARIA DA SAÚDE DE SOLEDADE ORIENTA SOBRE CORONAVÍRUS

  • 18/03/2020
  • Brenda Pereira/ Assessoria de Imprensa

SECRETARIA DA SAÚDE DE SOLEDADE ORIENTA SOBRE CORONAVÍRUS

A Secretaria da Sáude de Soledade vem tomando uma série de medidas de precaução em relação ao novo coronavírus (Covid-19). Na manhã desta terça-feira, 17/03, muitas informações foram repassadas durante coletiva de imprensa, no Salão Nobre, na Prefeitura de Soledade.

Na oportunidade, foi apresentado o fluxo de atendimento que será adotado, especialmente no Posto de Saúde Central. Segundo o secretário, Diego Vidaletti da Silva, as ações seguem os protocolos do Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde e 6ª Coordenadoria Regional de Saúde.

Como medida de prevenção, pede-se que quando necessário, levem as crianças para consultar durante o dia, evitando o terceiro turno. Sendo que de acordo com o secretário, esse atendimento será feito separado das demais especialidades, evitando aglomerações.

O trabalho com os grupos, entre eles, os de hipertensos e diabetes, está suspenso pelo período de 30 dias, mas de acordo com a necessidade será realizado de maneira individualizada, salienta o secretário.

Além disso, a secretaria disponibilizou um número de telefone/WhatsApp (54) 99242 1011, para que as pessoas liguem ou mandem mensagens para atendimento ou tirar dúvidas. “Em caso de necessidade de atendimento, teremos um veículo para avaliação profissional. Da mesma forma, pedimos que usem esse canal com responsabilidade”, aponta Diego Vidaletti.

Para quem apresentar algum sintoma respiratório, terá a Unidade Móvel estacionada em frente a Secretaria Municipal da Saúde para atendimento, de segunda a sábado, das 7h 30min às 13h 30min.

De acordo com a enfermeira Sonimari Auler, Soledade não possui casos suspeitos. “O que temos são pessoas com queixas respiratórias e que são avaliadas as condições clínicas de cada paciente. Só vai caracterizar ou não como suspeito se enquadrar nos protocolos do Ministério da Saúde, e a confirmação somente se o exame for positivado”, concluiu.

Só é considerado suspeito em duas situações: 1 – viajante: pessoa que apresente febre e pelo menos um dos sinais ou sintomas respiratórios com histórico de viagem para país com transmissão sustentada ou área com transmissão local nos últimos 14 dias; 2 – contato próximo: pessoa que apresente febre ou pelo menos um sinal ou sintoma respiratório e histórico de contato com caso suspeito ou confirmado do COVID-19 nos últimos 14 dias.

Faça seu comentário: