Voltar Compartilhar

SOLEDADE OFICIALIZA ADESÃO AO SISTEMA SIM/RS DE SEGURANÇA INTEGRADA

  • 07/02/2018 22:00:00
  • Paulo Henrique Pinheiro/Assessoria de Imprensa


Soledade oficializa adesão ao Sistema SIM/RS de Segurança Integrada


A Secretaria da Segurança Pública oficializou, nesta quarta feira (07), a adesão de Soledade ao Sistema Integrado de Segurança com os Municípios (SIM) juntamente com os municípios integrantes do Consórcio dos Municípios do Alto Jacuí e Alto da Serra do Botucaraí (Comaja). A ação representa a primeira adesão coletiva ao sistema.
Na ocasião, o prefeito de Soledade,Paulo Cattaneo, que é presidente da AMASBI(Associação dos Municípios do Alto da Serra do Botucaraí) e vice-presidente do Comaja, pronunciou-se representando os demais prefeitos e expressou sua satisfação em participar do sistema, ressaltando o avanço em termos de segurança que o projeto representa.”De forma arrojada,estamos colocando a região na vanguarda em segurança com tecnologia.Estamos investindo em segurança para Soledade” declarou o prefeito Cattaneo.
O secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer, avaliou a iniciativa do Comaja como um exemplo notável, a ser seguido pelas demais regiões do Estado. “Nós estabelecemos como meta o cercamento eletrônico para todo o Rio Grande do Sul. O consórcio se agilizou e atendeu ao nosso apelo, tornando-se a primeira região parceira do SIM”.
Ao todo, são 32 municípios da região aptos para adesão ao SIM, sendo que 22 já assinaram o convênio. Haverá duas centrais microrregionais, sendo uma delas em Soledade.
O SIM/RS teve início em abril de 2017 e tem por objetivo a união de Estado e municípios na busca de soluções de combate à criminalidade, além da participação da sociedade civil organizada. Uma das principais ações previstas no SIM/RS está no aperfeiçoamento de tecnologias já existentes nos órgãos participantes, com a otimização e o uso inteligente das câmeras de videomonitoramento.
As instituições que assinarem o termo de cooperação serão interligadas ao Centro Comando e Controle Integrado (CICC) e aos Centros Operacionais de Segurança Pública (CIOSPs) já existentes nas regiões ou municípios, agregando as tecnologias para o monitoramento em tempo real de ações, eventos e incidentes.

Faça seu comentário: