Voltar Compartilhar

SOLEDADE SE PROJETA PARA SER CIDADE EDUCADORA E INTELIGENTE

  • 07/12/2018 15:00:00
  • Paulo Henrique Pinheiro/Assessoria de Imprensa

Representantes da Universidade de Passo Fundo (UPF) visitaram, nesta sexta-feira, dia 7 de dezembro, o prefeito de Soledade Paulo Ricardo Cattaneo com o objetivo de apresentar a proposta de candidatura do município à cidade educadora e inteligente. O encontro ocorreu na Prefeitura do município, com a participação do presidente do Poder Legislativo, Sérgio Rodrigues da Silva, da vice-prefeita Marilda Borges Corbelini, de vereadores e lideranças locais.

Além disso, também foi realizada uma palestra sobre o tema cidades educadoras e inteligentes, conduzida pelo coordenador da Divisão de Extensão da UPF e coordenador do programa de extensão UniverCidade Educadora, professor Dr. Marcio Tascheto, e pelo coordenador do projeto Cidades Inteligentes, professor Dr. Roberto Rabello. Participaram da visita, além dos professores, o vice-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários da UPF, professor Dr. Rogerio da Silva, e a coordenadora do Grupo de Pesquisa e Extensão e Políticas e Gestão da Educação (GPEPGE), Dra. Eliara Levinski.
De acordo com o professor Tascheto, a proposta tem como objetivo o desenvolvimento do município de Soledade por meio da candidatura ao título de Cidade Educadora e Inteligente, com apoio e assessoria da UPF, visando a uma maior efetividade das políticas públicas e do envolvimento da UPF com a comunidade. Ainda segundo o professor, a aprovação do projeto de lei que viabiliza a candidatura de Soledade a Cidade Educadora e Inteligente deverá ser discutida e aprovada na próxima segunda-feira, dia 10 de dezembro, na Câmara de Vereadores de Soledade. Posteriormente, será encaminhada a candidatura para a Associação Internacional das Cidades Educadoras AICE e a Rede Brasileira das Cidades Inteligentes.

Para o prefeito Paulo Cattaneo,é preciso pensar o futuro de Soledade, para que tenhamos uma cidade cada vez melhor para se viver, utilizando-se todos os recursos possíveis de tecnologia e modernidade.

A vice-prefeita Marilda Borges Corbelini, ressaltou o trabalho conjunto que vem sendo realizado pela Administração Municipal para melhorar o município em todos os aspectos.

A diretora geral da Secretaria Municipal de Educação Cultura e Desporto, Adria Brum de Azambuja, destaca que não é algo que surgiu agora, é uma construção de vários anos com ações que colocam Soledade na condição de ser uma cidade educadora e inteligente.

Segundo José Giovanoni, responsável pelo departamento de informática de Soledade, "a ideia da organização é trazer uma visão mais objetiva sobre a questão da tecnologia sobre a educação e também sobre o processo de gestão da educação".

"Nós desenvolvemos um software de gestão de educação, vendo há muito tempo atrás que o processo de educação precisa ter um olhar mais crítico e objetivo sobre os dados e as informações que vem pra gente poder tomar decisão a respeito", declarou José Giovanoni.

Faça seu comentário: